ESPORTE ORIENTAÇÃO: O ATO DE SE ORIENTAR NO ESPAÇO ESCOLAR

Marion Costa da Silva

Resumo


O presente estudo teve como objetivo analisar o Esporte de Orientação como conteúdo da Educação Física Escolar. Pautou-se por uma revisão de literatura, através dos conceitos de Milton Santos sobre objeto, técnica e território geográfico, refletindo sobre o Esporte Orientação na significação do “espaço escolar”. Estudou-se o esporte através dos estudos de Inácio, Pasini, Franco, e Darido, Armbrust e Pereira, apresentando como resultados duas categorias de análises: possibilidades e limites. Dentre as possibilidades temos: materialização de conceitos de diversas disciplinas, e a discussão contextualizada sobre espaço geográfico “Escola”; e como limites: o não oferecimento deste conteúdo na formação inicial e continuada dos professores, e a falta instrumentos e estratégias educacionais que viabilizem a aplicação e a avaliação deste esporte na escola. Considera-se que são imprescindíveis novos estudos com essa temática, sobretudo os que tratem de intervenções ou ações práticas com o Esporte de Orientação no âmbito escolar.


Palavras-chave


Esporte Orientação; Escola; Espaço Geográfico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, R. D.; PASSINE, E. Y. O espaço geográfico: ensino e representação. 15ed. São Paulo: Contexto, 2006.

__________. Do desenho ao mapa: iniciação cartográfica na escola. 2ed. São Paulo: Contexto, 2001.

__________. Cartografia Escolar. (org.). 2ed. São Paulo: Contexto, 2001.

ARMBRUST, I.; SILVA, S. A. P. S. Pluralidade Cultural: os esportes radicais na

Educação Física escolar. Movimento. Porto Alegre, v.18, n.1, p. 281-300, jan./mar. 2012.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Versão Final. Brasília: MEC,

DARIDO, S.C. Educação Física Na Escola: Realidade, Aspectos Legais e Possibilidades. In: Darido S. C. (Org.) Cadernos de Formação: Conteúdos e Didática de Educação Física. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2012, v. 1, p. 21-33.

DICIONÁRIO Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.

FRANCO, L. C. P. Atividades físicas de aventura na escola: uma proposta

pedagógica nas três dimensões do conteúdo. Dissertação Mestrado em Ciências da Motricidade. Universidade Estadual Paulista. 2008.

INÁCIO, H. L. D.; et.al. Práticas corporais de aventura na escola: possibilidades e desafios – reflexões para além da Base Nacional Comum Curricular. Motrivivência, v. 28, n. 48, p. 168-187, set. 2016.

__________, Práticas corporais de Aventura na Natureza. In: González

F.; FENSTERSEIFER, P. (Org.). Dicionário Crítico de Educação Física. 3ed.

Ijuí: Unijuí, 2014, v. 01, p. 531-535.

LE BOULCH, J. Psicomotricidade: A psicocinética na idade escolar. Porto Alegre, 1987.

PASINI, C. G. D. Corrida de Orientação: esporte e ferramenta pedagógica

para o ensino. Três Corações: Gráfica Excelsior, 2004.

PENA, R. F. A. O que é espaço geográfico? Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/geografia/o-que-e-espaco-geografico.htm. Acesso em 23 de junho de 2019.

SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. 4. ed. 2. reimpr. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2006.

________. Por uma outra globalização (do pensamento único à consciência universal). Rio de Janeiro: Record, 2001.

________. O país distorcido. In: RIBEIRO, W.C. (Org.). São

Paulo: Publifolha, 2002.

SANTOS, M.; SILVEIRA, M. L. O Brasil: território e sociedade no início do século XXI. Rio de Janeiro: Record, 2000.

SCHERMA, E. P. Corrida de orientação: uma proposta metodológica para o ensino da geografia e da cartografia. 2010.201f. Tese (Doutorado em Geografia) - Universidade Estadual Paulista, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Rio Claro – SP, 2010.

TAHARA, A.; CARNICELLE FILHO, S. A presença das atividades de

aventura nas aulas de Educação Física. Arquivos de Ciências do Esporte,

v.1 n.1 p.60-66, 2013.

VIÑAO, A. Espaços, usos e funções; a localização e disposição física da direção escolar na escola graduada. In: BENCOSTTA, M. L. (org.). História da educação, arquitetura e espaço escolar. São Paulo: Cortez, 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/tefe.v4i2.2246

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-5916

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.