JOGOS DE MANCALA NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA: POSSIBILIDADES DE UM PROJETO DE EXTENSÃO

Claudia Foganholi, Julio Cesar da Silva, Pedro Borges Fernandes, Paulo Vieira dos Santos Vaz, Moisés Teixeira da Silva, Matheus Garcia de Alvarenga Ferreira

Resumo


Este trabalho teve o objetivo de relatar a experiência de um Projeto de Extensão realizado pelo Instituto de Educação Física da Universidade Federal Fluminense que buscou proporcionar o conhecimento e a vivência dos Jogos de Mancala, uma família de jogos de tabuleiros de origem Africana. O relato está baseado nos registros realizados pelos estudantes de curso de graduação em Educação Física que fazem parte do projeto que organizaram e conduziram a vivência realizada em uma praça pública no município de Niterói-RJ. Os resultados obtidos nesta vivência apontam para as possibilidades de abordagem da história e das culturas africanas, bem como do diálogo sobre a educação das Relações Étnico-Raciais na Educação Física a partir dos Jogos de Mancala.


Palavras-chave


Jogos de Mancala; Lei 10.639/03; Educação Física; História e Culturas Africanas; Educação das relações étnico-raciais.

Texto completo:

PDF

Referências


BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em Educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Parecer CNE/CP 3/2004. Diretrizes curriculares nacionais para a educação das relações étnico-raciais e para o ensino de história e cultura afro-brasileira e africana. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 19 mai. 2004. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/dmdocuments/cnecp_003.pdf. Acesso em 10 jul. 2018.

______. Ministério da Educação. Lei n. 11.645, de 10 de março de 2008. Brasília: MEC, 2008.

CARMO, Clayton da Silva. Motricidade dialógica: compartilhando a construção do conhecimento na Educação Física escolar. 409f. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Educação. Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2013.

COLLOCA, Edson Aparecido; CARMO, Clayton da Silva; BENTO, Clóvis Claudino; COREZOMAÉ, Lennon Ferreira. Programa de índio: aprendendo e ensinando nas relações étnico-raciais em aulas de Educação Física. In: X Congresso Nacional de Educação – EDUCERE: formação para mudanças no contexto da educação: políticas, representações sociais e práticas, 2011, Curitiba. Anais... Curitiba: PUCPR, 2011. v. 10. p. 4148 – 4160.

CORRÊA, Denise Aparecida; LEMOS, Fábio Ricardo Mizuno; RODRIGUES, Cae. (Org.). Motricidade escolar. Curitiba: Editora CRV, 2015.

CORSINO, Luciano Nascimento; CONCEIÇÃO, Willian Lazaretti. Educação física escolar e relações étnico-raciais: subsídios para a implementação das Leis 10.639/03 e 11.645/08 (Org.). Curitiba: Editora CRV, 2016.

GNEKA, George. Plantar e colher com o awalé. In: LIMA, Heloise Pires. A Semente que veio da África. São Paulo, Salamandra, 2005.

GONÇALVES, JUNIOR, Luiz. Etnomotricidade: multiculturalismo e Educação Física Escolar. In: CORREIA, Walter Roberto; CARREIRA FILHO, Daniel. (Org.). Educação Física Escolar: docência e cotidiano. Curitiba: Editora CRV, 2010.

LIMA, Heloise Pires. A Semente que veio da África. São Paulo, Salamandra, 2005.

MARANHÃO, Fabiano. Jogos africanos e afro-brasileiros nas aulas de Educação Física: processos educativos das relações étnico-raciais. 174f. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Federal de São Carlos. São Carlos, 2009.

MACEDO, Lino de. Aprender com os Jogos e Situação Problema. Rio de Janeiro: Artmed, 2000.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

PEREIRA, Rinaldo Pevidor. O jogo africano Mancala e o ensino de Matemática em face da Lei 10.639/03. 156f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.

REIS, Gianne Cristina. O estado da Arte: implementação das leis nº 10.639-03 e nº 11.645-08. Revista Em Tese, Florianópolis, v. 16, n. 1, p. 196-213, jun. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/emtese/article/view/1806-5023.2019v16n1p196/40132. Acesso em 02 out. 2019.

SILVA, Elizabeth de Jesus da. Um caminho para a África são as sementes: histórias sobre o corpo e os jogos africanos mancala na aprendizagem da educação das relações étnico-raciais. 165f. Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2010.

SILVA, Elizabeth de Jesus da; SILVA, Maria Cecilia de Paula. Aprendizagem da história da África a partir dos jogos mancala. Anais... XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH, São Paulo, julho 2011.

SANTOS, Celso José dos. Jogos africanos e a educação matemática: semeando com a família Mancala. Maringá, 2008. Disponível em: http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/121-2.pdf. Acesso em 05 jun. 2011.

UFF. UFF nas Praças - ação de divulgação dos projetos da UFF. 2019. Disponível em: http://www.uff.br/?q=noticias/07-05-2019/uff-nas-pracas-acao-de-divulgacao-dos-projetos-da-uff. Acesso em 13 jun. 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/tefe.v4i2.2436

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-5916

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.