FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: ANÁLISE DOS IMPACTOS NA ATUAÇÃO PROFISSIONAL

Pedro Henrique de Soousa, Mateus Lemos Barroso, Daiane Araujo de Sousa, José Ribamar Ferreira Júnior

Resumo


O objetivo do presente artigo é identificar a percepção dos egressos quanto a formação para atuação docente. O estudo de natureza descritivo e de abordagem quantitativa teve os dados coletados por e-mail, através do GoogleDocs, posteriormente foram analisados por teste de Qui Quadrado para a verificação da associação entre as variáveis qualitativa. Participaram da investigação 32 alunos do curso de educação física, 16 do sexo feminino e 16 do sexo masculino entre 21 anos a 28 anos. Os resultados demonstraram que mais da metade dos alunos se sentem confiantes quanto ao que foi aprendido na sua formação para a docência e apontaram que a disciplina e os professores de didática foram os que mais contribuíram para a sua atuação na educação física escolar.

Palavras-chave


Educação Física Escolar; formação Inicial; atuação profissional.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. A alegria de ensinar. 3 ed. São Paulo: ArsPoética, 1994.

BRASIL. Ministério da Saúde. Resolução nº 466/12 do Conselho Nacional de Saúde sobre Diretrizes e Normas Regulamentadoras de Pesquisa Envolvendo Seres Humanos. Diário Oficial da União, 12 dez. de 2012.

BAGNARA, I.C; FENSTERSEIFER, P.E. Relação entre formação inicial e ação docente: o desafio político da educação física escolar no centro do debate. Revista Brasileira de Ciências do esporte, [s.I.], 2018. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0101328918300751>. Acesso em: 13 set. 2018.

BERTINI JUNIOR, N; TASSONI, E. C. M. A educação física, o docente e a escola: concepções e práticas pedagógicas. Rev Bras Educ Fís Esporte, v.27, n3, p. 467-483, 2013.

CALDEIRA, A. M. S. A formação de professores de educação física: quais saberes e quais habilidades? Revista Brasileira Ciências do Esporte. v. 22, n. 3, p. 87-103, 2001.

CARNEIRO, S. N. V; VIEIRA, A. B; ALVES, M. M. A identidade do profissional docente: diferenças nas práticas pedagógicas dos professores licenciados e bachareis no curso de educação física em uma IES em quixadá-CE. Rev. Espaço do Currículo (online), v. 10, n. 3, p. 527-541, 2017.

COLETIVOS DE AUTORES. Metodologia do ensino de educação física. 2. ed. São Paulo: Cortez, 1992.

DARIDO, S. C. Educação física na escola: questões e reflexões. Rio de Janeiro: Guanabara koogan, 2003.

SAVIANI, D. Formação de professores: aspectos históricos e teóricos do problema no contexto brasileiro. Revista Brasileira de Educação, v. 14, n. 40, p. 143-155, 2009.

SAVIANI, D. Pedagogia histórico-crítica. 11. ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

GARIGLIO, J. A. O papel da formação inicial no processo de constituição da identidade profissional de professores de educação física. Revista Brasileira Ciências do Esporte, v. 32, n. 2-4, p. 11-28, 2010.

GATTI, B. A. Formação de professores no brasil: características e problemas. Educação & Sociedade, v. 31, n. 113, p. 1355–1379, 2010.

GHILARDI, R. Formação profissional em educação física: a relação teoria e prática. Motriz, v. 4, n.1, p.1-11, 1998.

ISAIA, S. M. A; BOLZAN, D. P. V. Compreendendo os movimentos construtivos da docência superior: construções sobre pedagogia universitário. Linhas Críticas, v. 14, n. 26, p. 43–59, 2008.

LYRA, V. B; MAZO, J. Z; BEGOSSI, T. D. A educação física no currículo da formação de professores primários no rio grande do sul (1877-1927). Revista Brasileira de Educação, v. 23, n.1, p. 1-20, 2018.




DOI: http://dx.doi.org/10.33025/tefe.v6i1.3171

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2525-5916

Licença Creative Commons

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.