Carta dos diretores-gerais dos campi à sociedade

 

 

 

Diante de todos os ataques, massivos e injustificáveis, que o Colégio Pedro II vem sofrendo no último período, torna-se necessário que se façam ecoar as vozes dos dirigentes desta respeitabilíssima instituição de ensino, formadora de inúmeros cidadãos brasileiros, ao longo de quase 179 anos de profícua existência.

 

Nós, Diretoras e Diretores Gerais dos campi, que hoje dirigimos o Colégio Pedro II, temos plena consciência da dimensão do compromisso inerente à nossa função: somos representantes da Comunidade Escolar, por ela legitimamente escolhidos para consolidar diariamente a educação pública de qualidade para todos como princípio norteador das práticas pedagógicas desenvolvidas em cada um dos nossos espaços escolares.

 

Trabalhamos diuturna e incansavelmente, a fim de ratificar o caráter de excelência do ensino oferecido na nossa escola, chancelado pelos índices alcançados, nos exames nacionais, por nossos estudantes, e pela procura crescente a cada ano, por enorme parcela da população, das vagas disponibilizadas para o ingresso de discentes, em sorteios e processos seletivos.

 

É inadmissível que, a despeito da grandeza de sua história e da sua importância na concretização do conceito de cidadania para incontáveis brasileiras e brasileiros, o Colégio Pedro II esteja sendo rotineiramente vilipendiado, seja por meio de boatos intencionalmente maldosos e do uso perverso de aplicativos virtuais e das redes sociais, seja pela exposição vexatória a que tem sido submetido o seu dirigente máximo, o Reitor, Professor Oscar Halac.

 

O Colégio Pedro II é uno. O seu Colegiado de Dirigentes também é uno. E é exatamente por essa unidade no propósito de salvaguardar a Instituição e a sua Comunidade Escolar que nos solidarizamos incondicionalmente ao Reitor, democraticamente indicado para ocupar tal posição.

 

Repudiamos veementemente a campanha de difamação e de desqualificação de que todas e todos nós temos sido alvos, apesar de mantermos a nossa escola ativa e com qualidade inquestionável, num cenário já há algum tempo marcado por dificuldades relacionadas a orçamento, finanças, estrutura e recursos humanos.

 

Por fim, reiteramos que não nos esqueceremos jamais de que somos precipuamente educadores e, como tal, não retrocederemos nos objetivos de manter a sociedade esclarecida, de continuar caracterizando a escola como um espaço de convivência respeitosa entre as diferenças e de impedir que o Colégio Pedro II, de todas e de todos, tenha a sua mais que sesquicentenária trajetória maculada por rótulos inverídicos.

 

 

 

COLÉGIO DE DIRIGENTES DO COLÉGIO PEDRO II

Acessos Hoje:491  Total Acessos:1693002